O Metatarso da Metafísica

Reuno aqui alguma da minha literatura de gaveta. Na sua maioria pequenos contos, escritos por mim, durante o ano de 2006. A sua qualidade é altamente questionável. Tratavam de pequenas experiências, ensaios para algo de mais substancial. Algo que nunca aconteceu.
Gostava, é verdade, de poder ganhar a vida como escritor. Poderia ser agradável. Mas também é verdade que algumas coisas só tem graça enquanto não servem para ganharmos a vida.
Talvez estes contos sirvam para vos entreter ou fazer pensar; ou talvez sejam um mero desperdício do vosso tempo. Não me peçam para explicar o que escrevi. Aceitam-se elogios ou insultos.